Prática com Orientação a Objetos em C++ [parte 1]

O objetivo desse artigo é, através de um exemplo, aplicar diversos conceitos da orientação a objetos, mostrando na prática como utilizá-los. Aviso que mantive no projeto algumas definições para fins pedagógicos e que não refletiriam uma aplicação real.

Considerando a classe mostrada na imagem abaixo, constituída de um atributo público (nome) e outro privado (id) e de 4 métodos públicos, sendo 1 o método construtor da classe (que, obrigatoriamente, possui o mesmo nome da classe).

classEmpresa

A codificação dessa classe é mostrada a seguir. Observe que o construtor precisa receber um nome e um valor de identificação. Veja também que como o id é um atributo private e nenhum método altera seu valor, o valor definido na criação do objeto não poderá mais ser alterado, ao contrario do nome que possui o método setNome() que o alterará.

Essa é uma definição simples de classe. Para testar seu funcionamento, utilize o código a seguir, que cria o objeto, mostra o nome do objeto, altera diretamente o atributo da classe (por ele ser público) e mostra novamente o nome.

Continuação >>

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.